terça-feira, 30 de setembro de 2008

Palavrão é feio!

Ou não...
Tem uma grande diferença entre falar para ofender alguém na mais pura ignorância da falta de argumento ou falar aquele palavrão de boca cheia, para fazer uma graça mesmo, até que inconsciente...

Palavrão é uma síntese de sentimentos, uma catarse... Diz, em uma palavra ou expressão, tudo aquilo que você não conseguiria expressar em três mil verbetes dentro da norma culta...

Essa sublime forma de se fazer entender sem rodeios muitas vezes é mal vista... como falta de educação, falta de pudor, falta de respeito... Mas devo dizer que as pessoas mais interessantes que conheci sabiam e usavam os palavrões mais cabeludos e nunca perderam a classe!

Incrível dizer que os professores mais respeitados eram aqueles que sabiam a hora de soltar um cacete (nada literal) pra ver se o povo se tocava que era hora de calar a boca... Porque o palavrão humaniza e confere carisma se você souber usá-lo direitinho(!).

Mamãe é daquelas figuras que a gente ama só de olhar, tem o maior coração do mundo, mas quando o bicho pega e ela vê que a coisa feia, não exita em dizer que 'embucetou tudo' e no fim acaba rindo de si mesma. É esse caráter humorístico que os caralhos, cus e afins têm de mais legal, podem ser sinônimos de piadas, de um montão de coisa que só faz bem pra gente.

Enquanto procuramos exaustivamente por adjetivos que tentem definir aquilo que queremos dizer, os cacetes e porras estão sempre a mão, prontos para serem usados quando você mais precisa deles: dedinho na quina da cama, testa na quina do armário, falta de energia no meio do banho, trânsito parado quando você já tá atrasado pro trabalho, alegria depois de ganhar uma festa surpresa, alívio depois de tirar um espinho do dedo, seguindo um profundo suspiro depois daquela trepada fenomenal...

Palavrão é termômetro - tá quente pra porra! Tradutor de intensidade - você tá linda pra caralho! Declaração de afeto - te amo pra cacete! E de raiva - ô buceta de trânsito! Fala de sinceridade - sério, isso aqui tá um cu. De momentos de impaciência... - dava o cu pra sair daqui e ir pra casa ou 'vai chupar um canavial de rola' e me deixa em paz. Fala também de vontades catárticas - se eu tivesse um pau agora eu batia uma punheta. Ajuda na localização - Bem no meio do olho do teu cu. Dá o tom de animação - sai dessa punheta mal batida e vai ser feliz. E dá a exclamação máxima de todas as horas - fodeu!

Porque tipos eu não consigo imaginar alguém na hora 'h' dizendo que vai ter um orgasmo depois de introduzir repetidas vezes o pênis na vagina... Não dá, né? E também não dá pra ser roubado na rua e dizer 'ahhh, menino mau'...

Nada contra quem não fala e esses que me desculpem... Mas palavrão é quase um estilo de vida, algo que só entende quem fala, porra!

4 comentários:

Marina Galeano disse...

Cintião, você é, realmente, do cacete!

Olha, quando entrei no 4J e te vi com a Pati, a mais meiga de todas, jamais imaginei esse seu potencial pra falar tanta merda (também no sentido literal) e fazer o mundo rachar o bico.

Uma surpresa - agradável e muito bem vinda, por sinal!

Minhas aulas no 4J estão cada dia mais divertidas e, em parte, devo isso a você e aos seus palavrões inusitados ("caralho alado" e "embucetou" são os meus preferidos da lista).

Voltando ao tema do post. Sou total adepta do seu ponto de vista. Um palavrão vale mais que mil palavras. Ninguém fica aliviado dizendo "ai, droga, machucou" depois de bater o dedinho na porra da quina!

"MUINTOS" beijos da Marina da 4ª série B!

Marcela De Mingo disse...

caralho, cí! mandou bem demais!

ahuuhauha simmm... o que dizer? não existe estilo de vida melhor do que aquele em que os palavrões caracterizem momentos-chave da nossa vida. Sério o que seria de mim sem o 'vai-toma-no-meio-do-seu-cu-seu-viado' e do 'puta-que-me-pariu-FODEU?'. Juro que eu nunca achei nada melhor na vida do que liberar todo aquele estresse com um belo palavrão de boca cheia. Se um dia acharem opção melhor... eu vou continuar nessa, pq é legal demais!

huahauhuhauha amo amo!

Marcela Bonazzi disse...

porra todo mundo disse o que eu ia dizer, que merda!!!!!

Assim não vai dar viu, que cacete!

Olha, acho que não dá pra ficar falando palavrão... É feio... E eu sempre digo, não fala palavrã que Deus te fode!!!

Tá, agora chega, vou tentar controlar meu ataque de riso!!!

Te amoo coisa!

Sherly disse...

PUTA QUE PARIU,ARRASOU KKKKK
Eu falo, assumo e adoro!
Não gosta?
Acha falta de educação? FODA C kkkk