sexta-feira, 11 de abril de 2008

Amarguinhas e tal...

Olhe à sua volta. Repare bem. Se você estiver cercado(a) de mulheres consegue distinguir quais são as mal-comidas, né? E nem vem com papo de 'oh, que absurdo', você sabe que elas existem e quem são, afinal, elas são responsáveis pela sua mesa ficar lotada de trabalho em plena sexta-feira quase na hora de fechar o escritório, por você ter que estudar em pleno feriado prolongado para uma prova na segunda, ou por você abrir seu orkut e dar de cara com uma menina muito estranha fazendo caras e bocas 'pra lá de sensuais' com legendas gigantes nas fotos falando sobre o sentido da vida... Entendeu, né?!

Não estou falando de TPM, de stress, de problemas pessoais, nem de coisas que possam eventualmente acometer o time feminino e torná-lo um pouco ranzinza ou estranho de vez em quando. Estou falando de mulheres que assumem essa postura de mal-comidas diante da vida como um todo. Parecem dormir eternamente de calça jeans e estão sempre com aquela cara de 'mau-hálito'. Ficam amaldiçoando qualquer coisa viva que encontram pela frente, inclusive você, se der o azar de cruzar o caminho de uma dessas em um momento inoportuno.

Aliás, todo momento parece ser inoportuno para 'as amarguinhas'. O telefone toca e elas fazem cara de toba, não toca e a cara piora; alguém as chama para sair e elas agem com desdém, se ninguém chama ficam isoladas curtindo uma brisa de humor questionável; você elogia e elas dão a entender, claramente, que te acham puxa-saco, se não elogia... Ahhhhhhhh, é coisa demais, elas são definitivamente complicadas.

Adoram achar pêlo em ovo, ver problema onde não tem, precisa de um exemplo? Há uns bons anos um grupo de feministas americanas se reuniu para tentar (acredite, elas tentaram...aí vai) mudar a palavra 'History' para 'Herstory', alegando que o uso do pronome possessivo masculino(his) dava a sensação de que a História, a trajetória da humanidade na Terra, pertencia aos homens. Oh Deus, eu me pergunto: por quê?? É coisa de mal-comida! Nada, nenhuma outra explicação dá conta de justificar uma atitude dessas. Óbvio que não estou generalizando, realmente temos mulheres que lutam pelos direitos das outras e isso é admirável. Mas a única coisa que aquelas 'outras feministas' conseguiram fazer ao propor o absurdo da 'Herstory' foi escancararem mágoas, amarguras, e ressentimentos com o universo masculino que, nesse caso, é o mesmo que a falta de uma boa gozada.

E na maioria das vezes, ser bem comida- ou não- não depende da performance dos respectivos parceiros dessas criaturas. O meninão pode fazer de tudo, mas é ela que não curte, que é toda recalcada, reprimida, cheia de tabus( ainda que não os demonstre naquelas fotos de apelo duvidoso), finge orgasmos, não conhece o próprio corpo e nem faz questão de conhecer. Ou seja, a culpa não é do pobre coitado do parceiro, porque se fosse, ou o caso seria resolvido com uma conversa aberta ou com um belo pé na bunda. Não tem jeito, é uma questão de opção. Elas escolhem assumir esse lugar na sociedade. Ao invés de explorarem seu charme, partirem para uma conquista sadia, preferem alimentar aquela ruguinha idiota na testa que estampa a eterna cara de quem comeu e não gostou (você decide sem tem um trocadilho aqui...).

Como se não bastasse o stress do dia-a-dia, os problemas de cada um e uma eventual ou matinal crise de mau-humor, ainda corremos o risco de sermos atingidos por aquele olhar fuzilante disparando amargura pra todos os lados e ele é fatal. Não, não dá.

Mulheres normais desse mundo, uní-vos!!! Colaborem para as que outras também possam desfrutar da alegria e do prazer de ser mulher, de todos os prazeres e até de certos desprazeres mas que não devem durar mais de 3 ou 4 dias. Mostrem o que um bom corte de cabelo, uma calça mais justa, um blush ou simplesmente um largo sorriso no rosto e um pingo de otimismo podem fazer com a auto-estima feminina. Porque de machistas com calcinha nós, definitivamente, não precisamos.

6 comentários:

Marcela disse...

Uhuuuul, you go girl!!!!!!!!

Tô contigo!!!!!!! Amei o post, e concordo 100000%!!!!!! Certeza que ela não se divertiriam tantom quanto nós fazendo trabalho de cultura brasileira!!!!!

Bjs

escondidonagaveta disse...

hauhau concordo com a marcela aí em cima! 100% de aopio! O mundo não precisa de mal-comidas e sim de mulheres fortes, decididas que vêem graça no mundo e que botam pra quebrar na balada! UHUL!

ameiiiii o post!

Murillo Teixeira disse...

você ta muito inspirada!!!

Pri disse...

Ciii!!Lembro qnd a gente teve essa conversa das mal-comidas... ctz!!E foi o q vc falou... nao é so o fato do cara comer mal, mas sao elas o problema... axo q nem com o Manollo (do chocolate) elas gostariam!! Dai como nao tem o q fazer.. ficam enchendo o saco dakeles que são bem-comidos!

Anzi disse...

Esse post relata a mais pura verdade: Mulheres mal comidas podem ser altamente destrutivas!!!!!
É impressionante oq a falta de um "homem" pode fazer!!

amei neide!
demaisssssss

Anônimo disse...

não precisa falar mais nada!!!!!o por quê deus????????? revela tudo !!!!!!!!!!rsrrs adorei o post, principalmente por podermos identificarmos estas mulheres e sair de perto !!!!!!!!!!!! por que mau comidas realmente não dá né??????? bjus